O Produzir Brasil é uma política pública de governança do Mapa e é implementado em parceria com a Anater para viabilizar Ater nos assentamentos

Durante esta semana, a Agência de Desenvolvimento Agrário e Extensão Rural (Agraer-MS) mobilizou as famílias de agricultores assentados para apresentar o Programa de Consolidação de Assentamentos – Produzir Brasil, no município de Rio Brilhante. A política pública é implementada em parceria com Agência Nacional de Assistência Técnica e Extensão Rural (Anater) e a mobilização marca o início dos trabalhos pela região. Na semana anterior, foi a vez do município de Nova Alvorada do Sul.

No primeiro semestre, a Anater e a Agraer-MS assinaram o Instrumento Específico de Parceria (IEP) 002/2021 com o objetivo de viabilizar serviços de Assistência Técnica e Extensão (Ater) Rural no estado sul-mato-grossense. O documento contempla oito assentamentos do estado para atender 1.177 Unidades Familiares de Produção Agrária (UFPAs), do Programa Nacional de Reforma Agrária (PNRA).

Os beneficiários são indicados pela Anater e fazem parte da lista de titulados ou em processo de titulação pelo Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra). A política pública é implementada sob governança e do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa). “Vamos levar a assistência técnica tão necessária para que os pequenos produtores assentados possam produzir e também comercializar. É mais uma conquista desse governo”, ressaltou a ministra do Mapa, Tereza Cristina.

Em Nova Alvorada do Sul, a mobilização foi realizada no Salão Paroquial da Igreja Católica do P.A. Sucesso e contou com a participação de aproximadamente 50 famílias. A nova proposta de trabalho apresentada foi muito bem recebida pelas famílias, segundo o presidente da Agraer-MS, André Nogueira. Na próxima semana, os municípios de Terenos, Ponta Porã e Angélica receberão as primeiras reuniões.

Todas as medidas de segurança sanitária foram tomadas com uso obrigatório de máscaras, higienização das mãos com álcool 70%, aferição de temperatura na entrada e distanciamento dos assentos. O evento foi coordenado pelas equipes locais responsáveis.

O Programa Produzir Brasil

O programa de Consolidação de Assentamentos – Produzir Brasil – é fruto da parceria entre a Agência Nacional de Assistência Técnica e Extensão Rural  (Anater) e o Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), sob governança e investimento do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento  (Mapa).

Essa política pública pretende fortalecer os projetos da reforma agrária com o incentivo à produção em cadeias de valor, gerando desenvolvimento sustentável nos assentamentos do País. É pautada em três eixos de sustentabilidade: o produtivo, a promoção social e o agroambiental.

O trabalho consiste em viabilizar Assistência Técnica e Extensão Rural (Ater) aos produtores assentados que foram titulados ou estão em processo de titulação. A Ater é dividida em cinco etapas: definição dos beneficiários; diagnóstico e planejamento das ações; elaboração e entrega dos projetos; intervenções técnicas e avaliação dos resultados.

Fonte: Anater, com informações da Agraer-MS

Comments are closed, but trackbacks and pingbacks are open.