Foram adicionados novos passos ao sistema, que funciona mesmo em modo off-line. O georreferenciamento da UFPA e a identificação com fotos são alguns dos diferenciais

O lançamento é um marco na estratégia de transformação digital e fomento à cultura da inovação para a prestação do serviço de Assistência Técnica e Extensão Rural (Ater) no Brasil. Nesta quinta-feira (08), a Agência Nacional de Assistência e Extensão Rural (Anater) disponibiliza a nova versão do Sistema de Gestão de Ater (SGA) Mobile. O objetivo é aprimorar o atendimento prestado às famílias beneficiárias das políticas públicas, ao garantir maior segurança da aplicação de Ater no campo.

O SGA suporta a gestão dos contratos (planejamento, execução e monitoramento) em todos os estados brasileiros. As últimas mudanças adicionaram novos passos ao sistema, que funciona mesmo em modo off-line. O georreferenciamento da Unidade Familiar de Produção Agrária (UFPA), a identificação com fotos e avaliação de satisfação do agricultor familiar por vídeo são alguns diferenciais. A atualização é mais uma conquista na história da Anater e no contexto da Ater Digital.

O avanço foi alcançado devido ao edital da Chamada Pública 001/2020 que estabeleceu novos requisitos, os quais exigiram as alterações no sistema. A iniciativa baseia-se nos valores do Planejamento Estratégico 2021-2025: Inovação, Transparência, Segurança, Qualidade, Ética, Respeito e Sustentabilidade. Os atuais chamamentos da Anater selecionam empresas para atuarem no âmbito do Programa de Consolidação de Assentamentos – Produzir Brasil – contemplando três eixos (Produtivo, Promoção Social e Agroambiental).

No entanto, todas as executoras de Ater, tanto privadas quanto públicas, deverão acessar o SGA e registrar o trabalho prestado. Assim, coordenadores e extensionistas rurais deverão dominar as etapas do processo para inclusão do passo a passo no atendimento à família beneficiária. A Anater já iniciou treinamento específico para auxiliar no uso do aplicativo.

Para o diretor técnico da Anater, Wesley Passaglia, a atualização do aplicativo posiciona a Agência como referência no setor. “Primeiro aperfeiçoamos nossa infraestrutura e agora modernizamos nossos sistemas de gestão. Essa última melhoria garante maior segurança dos nossos contratos quanto à realização das atividades de Ater junto ao produtor rural, e paralelamente oferece agilidade. Assim, as orientações, diagnósticos e informações serão trabalhados full time, mesmo sem conectividade. Estamos focados na Ater Digital e sabemos que este será o futuro”.

A nova versão do SGA foi construída pela Gerência de Tecnologia e Inovação, contando com a colaboração de toda a equipe, porém as regras negociais foram construídas também com colaboradores da Anater, em especial da Gerência de Ater e Formação. Já a aplicação em campo contou com o apoio dos extensionistas rurais da Emater-DF, o que foi fundamental para passar pelo período de teste.

Nesta fase, o pilar “Segurança” foi o foco. Os próximos a serem aperfeiçoados no processo da transformação digital são os pilares “Agilidade” e “Escala”. A previsão para nova atualização do SGA é em meados do segundo semestre deste ano. O sistema também possibilita o credenciamento de empresas de Ater e a formação de agentes e gestores.

Fonte: Ascom Anater

Comments are closed, but trackbacks and pingbacks are open.