Ações da Anater beneficiam projetos Jaíba e Gorutuba

19/06/2018

As ações irão beneficiar 800 agricultores familiares norte-mineiros, sendo 600 no Perímetro Irrigado do Jaíba e 200 no Perímetro Irrigado do Gorutuba

Uma parceria entre a Agência Nacional de Assistência Técnica Extensão Rural (Anater), a Secretaria Especial de Agricultura Familiar e do Desenvolvimento Agrário (Sead) e a Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado de Minas Gerais (Emater-MG) vai possibilitar o fortalecimento da assistência técnica e extensão rural (Ater) nos Perímetros Irrigados do Jaíba e Gorutuba, no Norte de Minas Gerais.

Com lançamento marcado para esta sexta-feira (08/06), o projeto tem como objetivo implementar ações que promovam a melhoria da qualidade de vida dos agricultores familiares, contribuindo para o enfrentamento da situação de vulnerabilidade econômica e social nos dois perímetros.

Para execução do projeto serão investidos R$ 2.487.659,00, recursos do Governo Federal, repassados à Anater através da Sead, integrando 800 agricultores familiares, sendo 600 no Perímetro Irrigado do Jaíba e 200 no Perímetro Irrigado do Gorutuba, que receberão acompanhamento técnico, no período de junho de 2018 a dezembro de 2020.

Os agricultores familiares serão beneficiados com ações que vão assegurar oportunidades de integração econômica e social por meio da Ater, apoio à capacitação tecnológica e gerencial em bases sustentáveis, extrativismo e organização comunitária, com vistas a promover novas alternativas de mercado e agregação de valor à produção.

O presidente da Anater, Valmisoney Moreira Jardim, que durante muito tempo trabalhou como gerente da Emater, em Janaúba, destaca a importância da iniciativa para a manutenção do serviço de assistência técnica nos dois perímetros. “Tenho acompanhado, desde sempre, os dois projetos, que são tão importantes para a economia sustentável do Norte de Minas e, diante das dificuldades ora enfrentadas, essa parceria vai garantir que o serviço de assistência técnica não sofra uma descontinuidade. Ao contrário, a tendência é que o número de famílias assistidas seja ampliado”.

O secretário especial de Agricultura Familiar e do Desenvolvimento Agrário, Jefferson Coriteac, destaca que o projeto é uma retomada da assistência técnica aos agricultores familiares desses dois importantes projetos. “O crescimento do país passa pela agricultura familiar e, comprovadamente, quando o agricultor recebe assistência técnica, ele aumenta até quatro vezes sua produção. A parceria da Sead com a Anater está possibilitando beneficiar os agricultores familiares dos dois perímetros, contribuindo para potencializar ainda mais a produção dos projetos, cuja qualidade já se destaca, inclusive, no mercado internacional. Ressalto, ainda, que não podemos esquecer que a agricultura familiar alimenta o país”.

Para o presidente da Emater-MG e vice-presidente da Asbraer, Glenio Martins de Lima Mariano, “a parceria entre Anater e Emater-MG para o trabalho no Jaíba e Gorutuba beneficia regiões com produção irrigada que geram muitos empregos, promovem desenvolvimento local e servem de modelo, especialmente para fruticultura, em todo Estado de Minas Gerais. Esse projeto exige assistência técnica muito especializada, com grandes equipes, e esta parceria nos permite manter este trabalho”, avalia o presidente.

Presidente da Frente Parlamentar de Assistência Técnica e Extensão Rural, o deputado federal Zé Silva ressalta que a parceria para o fortalecimento da Ater nos projetos Jaíba e Gorutuba representa a construção de um importante capítulo da história da extensão rural do país. “A união de forças, através da nossa ação parlamentar no Congresso Nacional, do trabalho da Anater, e da parceria com a Emater-MG, vai possibilitar o fortalecimento desses dois importantes projetos para a economia do país. E esse capítulo tem um valor ainda mais especial porque representa a continuidade de uma história que iniciamos anos atrás, eu como presidente da Emater-MG, o Valmisoney Jardim, hoje presidente da Anater, como gerente regional da Emater em Janaúba, e que cuidou diretamente desses dois projetos. Hoje, estamos juntos, mais uma vez, tendo a oportunidade de dar nossa contribuição, com a viabilização de mais de R$ 2,4 milhões, através do Governo Federal , que vai possibilitar a continuidade do trabalho dos nossos colegas extensionistas, um trabalho dedicado e profícuo, que elevou a qualidade dos produtos, tanto do Jaíba quanto do Gorutuba, que hoje chegam aos principais mercados do Brasil e do mundo, e também contribuiu para a melhoria da renda e da qualidade de vida da população  dos dois perímetros”, conclui.

PROJETO GORUTUBA

O Perímetro de Irrigação do Gorutuba está localizado ao Norte de Minas Gerais, no município de Nova Porteirinha, na margem direita do Rio Gorutuba.

O empreendimento foi projetado pelo Departamento Nacional de Obras Contra a seca (DNOCS), que iniciou a sua implantação na área do Paraguaçu, mediante a construção das residências dos colonos e dos canais de distribuição de água suspensos, chamados de acéquias, transferindo, em seguida, a responsabilidade de implantação do projeto para Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e Parnaíba (CODEVASF).

A área total irrigável do Projeto Gorutuba é 4.885,95 ha, e se configura com um grande polo de fruticultura irrigada, gerando aproximadamente 9.500 empregos diretos e indiretos.

O Projeto Gorutuba produz cerca de 70.000,00 toneladas de produtos agrícolas por ano, com destaque para o cultivo da banana.

UM POUCO DE HISTÓRIA

Em 1979, o Projeto Gorutuba encontrava-se totalmente construído e em condições de ser ocupado pelos irrigantes. A distribuição dos lotes foi realizada através de seleção de pequenos produtores, em consonância com as orientações normativas, enquanto aos empresários, pequenos e médios produtores, a distribuição foi mediante concorrência pública.

Em maio de 1986, o Perímetro de Irrigação Gorutuba foi emancipado, passando a ser administrado pela Cooperativa Agrícola de Irrigação do Vale do Gorutuba (COVAG), até janeiro de 1992, quando as atividades de operação e manutenção retornaram para a responsabilidade da CODEVASF.

Em março de 1993, foi instituído o Distrito de Irrigação do Perímetro Gorutuba (DIG), que assumiu efetivamente, em dezembro de 1993, as atividades de administração, operação, manutenção e conservação de toda a infraestrutura de uso comum do projeto.


Jerúsia Arruda
Agência Nacional de Assistência Técnica e Extensão Rural (Anater)
Assessoria de Comunicação Social
Contatos: (61) 2020-0905 / 99241-3607 - ascom@anater.org
Facebook: www.facebook.com/anater.org
Twitter: https://twitter.com/Anaterorg
Instagram: www.instagram.com/anaterorg

 

Incentivando a Inovação & Maximizando a Produtividade